inov   logo ema peq            

 

    

bib 01

ema 01

ex 01

jornal 01

horario labling

 

Breve caracterização do Projeto 

    Numa Europa plurilingue e pluricultural cada vez mais globalizada, a competência para comunicar e interagir culturalmente, a utilização das línguas e de outras ferramentas de comunicação adquirem uma importância crucial, constituindo elementos essenciais no conjunto de competências exigidas atualmente.
    Tornar-se competente em línguas significa apropriar-se de um conjunto de conhecimentos que relevam da língua, enquanto saber organizado, e da cultura dos povos que a utilizam, enquanto expressão da sua identidade; significa também ser capaz de usar estratégica e eficazmente os recursos linguísticos em situações de comunicação, assim como refletir sobre o uso e o funcionamento da língua de modo a desenvolver estratégias metacognitivas que garantam um processo contínuo de aprendizagem – o SABER-FAZER1; significa ainda desenvolver características individuais relacionadas com a personalidade de cada um, nomeadamente atitudes de recetividade / interação em relação a outras formas de ser, de estar e de viver.
    A Língua Portuguesa, assumida por Fernando Pessoa como a nossa Pátria, constitui a interseção das coordenadas espaço-tempo onde nos construímos e somos; mas é no contacto com o Outro que a nossa identidade linguística e cultural se reafirma e consolida.

Objetivos / Finalidades do Projeto 

  • Assegurar o desenvolvimento das competências de compreensão e expressão na língua materna e nas línguas estrangeiras (ouvir, falar, ler e escrever);
  • Desenvolver a competência de comunicação, aliando o uso funcional ao conhecimento sobre a(s) língua(s);
  • Desenvolver o gosto por / criar hábitos de leitura;
  • Enriquecer o capital (multi)cultural e sociolinguístico dos alunos;
  • Formar leitores / escritores reflexivos e autónomos, que leiam / escrevam em todo o seu percurso de vida, conscientes do papel central da língua materna e das línguas estrangeiras no acesso à informação;
  • Contribuir para o desenvolvimento da capacidade de utilização das tecnologias de informação e comunicação;
  • Contribuir para o desenvolvimento da autoestima e da autoconfiança, promovendo a integração / participação dos alunos na vida cultural da comunidade educativa.

    Na prossecução destes objetivos, o LABLING pretende assumir-se como um espaço multifuncional, como uma estrutura de apoio e de complemento / enriquecimento das atividades curriculares decorrentes do espaço-aula, aberto a todos os alunos, mas prioritariamente destinado a ser utilizado no contexto da ocupação plena.
    De forma a potenciar este espaço e a incentivar os alunos à sua utilização, particularmente os que evidenciam dificuldades na aprendizagem das línguas estrangeiras e no PLNM, a sua frequência será, nestas disciplinas, suscetível de creditação a nível da avaliação interna.
Atividades

Atividades a desenvolver e respetiva calendarização

Todo o ano letivo

  • realização de tarefas de leitura e de escrita nas várias línguas, com recurso a uma multiplicidade de suportes – nomeadamente as tecnologias de informação e comunicação;
  • manutenção de um centro de exames DELF / DALF (Francês) a nível internacional e consequente preparação de alunos para a obtenção de um diploma a nível europeu (de acordo com o QECRL) – o qual representará uma mais valia para o currículo destes alunos;
  • colaboração com a biblioteca no desenvolvimento de atividades enquadradas no Plano Nacional de Leitura e na eventual criação de um blogue para partilha de experiências;

2º e 3º períodos

  • organização de e/ou participação em projetos de curta, média ou longa duração com outras escolas europeias inscritas na rede eTwinning, fomentando as competências interculturais e de comunicação; desenvolvendo as capacidades em TIC; perspetivando a cultura e os valores; e proporcionando a inovação pedagógica, a criação de contextos atrativos de aprendizagem para professores, alunos e para toda a escola;
  • organização de e participação em projetos conjuntos com jardins de infância e escolas do 1º ciclo da zona que contribuam, simultaneamente, para o desenvolvimento do gosto dos mais jovens pela aprendizagem das línguas estrangeiras e da responsabilidade, autonomia e criatividade dos nossos alunos.

Responsáveis pela execução do Projeto: Fátima Fonseca

Responsável pela monitorização do Projeto: Fátima Fonseca

Anos de escolaridade a abranger: Todos os anos de escolaridade ( 7 a 12º anos )- Ensino regular e Profissional

Articulação com o tema unificador do PAA:

  • Cidadania global: comunicar é estar no mundo com o mundo
  • Em articulação com o tema do PAA, este projeto tem o objetivo de mostrar e evidenciar que educação deve ser pensada e discutida a partir dos valores éticos e do exercício efetivo da cidadania na escola. Incentivar os discentes a criarem soluções sustentáveis para o seu dia a dia a partir do desenvolvimento do trabalho educativo qualificado e cheio de entusiasmo e as iniciativas apropriadas aos jovens será primordial.

Articulação interdisciplinar: Português/ Inglês e Francês

Colaboradores/Parcerias: Todos os Professores do departamento de Línguas.

Recursos

  • Humanos:
  • Um coordenador e um diretor de instalações2, cujas funções consistirão em coordenar o projeto, responder às necessidades e sugestões dos utilizadores do espaço, assegurar a manutenção e organização dos equipamentos e materiais e manter o inventário atualizado. Propõe-se a atribuição de no mínimo 2 blocos semanais de 90 minutos para o desempenho destas funções;
  • Docentes de línguas que assegurem a abertura do LABLING durante todo o período em que decorram atividades letivas na escola3. As aulas de apoio pedagógico acrescido devem ser canalizadas para este espaço, maximizando assim os recursos humanos (e físicos).
  • Materiais:

  • Sala 87;
  • dossiês de fichas de trabalho de Português, Francês e Inglês;
  • dicionários e gramáticas de Português, Francês e Inglês;
  • vídeos, DVDs, CDs, revistas e livros de literatura vária nas três línguas;
  • um projetor multimédia;
  • um leitor de CDs;
  • um ecrã;
  • 9 computadores para os alunos e um para o professor (todos com ligação à internet);9 computadores para os alunos e um para o professor (todos com ligação à internet);
  • Pastas nos computadores com materiais com correção para todos os anos de escolaridade e para os cursos profissionais e Cursos de Educação e Formação.

Indicadores de monitorização/Meios de verificação da execução:

O funcionamento do LABLING prevê sempre a existência de um professor adstrito a esta estrutura durante todo o período de funcionamento das atividades letivas. Considerando também as características do espaço (que se pretende que seja multifuncional), prevê igualmente a possibilidade de ser utilizado por vários professores ao mesmo tempo (num máximo de três) – embora o número de alunos não deva ser superior a 15.
Está prevista a existência de registos diários da ocupação do espaço (nome dos alunos, turma e ano de escolaridade), bem como o(s) tipo(s) de atividades desenvolvidas. Está igualmente prevista a existência de um e-mail e de uma bolsa para registo dos problemas detetados e de sugestões, a fim de que o professor coordenador / diretor de instalações possa dar resposta a todas as questões levantadas.

 

Os nossos blogs

Contactos

Escola Secundária Manuel Cargaleiro

Rua Bento Moura Portugal - Fogueteiro

2845-154 AMORA

Tel: 212269790

Fax: 212269797

e-mail: 

direccao@esmcargaleiro.pt

secretaria@esmcargaleiro.pt

biblioteca@esmcargaleiro.pt