DESIGNAÇÃO:  Povos, Culturas e Pontes

CARATERIZAÇÃO:

Através da promoção de atividades dinâmicas em complemento aos projetos pedagógicos das escolas, pretende-se criar um espaço de desenvolvimento e reflexão onde os alunos possam aprender e experienciar de forma agradável e divertida, no entanto regular e sustentada no tempo, desenvolvendo um trabalho transformador, mobilizando-os para a construção de sociedades mais justas e inclusivas, no respeito pela diversidade e na defesa dos direitos humanos.

Assim, após discussão conjunta, numa lógica de trabalho colaborativo e participativo, com os agentes envolvidos (professores, técnicos da DDSC/CMS e técnicos especializados em Educação para a Cidadania Global da sociedade civil) considerou-se integrar uma metodologia pioneira, integrada na nova disciplina de Educação para a Cidadania, em modelo de Oficinas, enquadrada na recente Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania e no Referencial de Educação para o Desenvolvimento, trabalhando em contexto escolar.

OBJETIVOS:

Promover a Educação para a Cidadania Global (ECG) enquanto processo educativo transformador de situações geradoras de injustiça social e violência;

Promover a Educação Intercultural, os Direitos Humanos e uma Cultura de Paz nas Escolas;

Sensibilizar para a importância e concretização dos “Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis” e os efeitos da interdependência global

EQUIPA DE PROJETO: Pedro Nascimento e Conceição Courela (7º ano), Eugénia Dias e Leonor Ramalho (8º ano).