Ciência com Poesia

No dia 24 de novembro de 2021, a Biblioteca assinalou Dia Nacional da Cultura Científica através de uma aula especial que aconteceu na turma C do 10º ano, com a colaboração das professoras Eugénia Dias, Teresa Hilário e Ana Morais e de alguns alunos do 12º A (Bruna Grave, Lénia Sampaio, Sofia Madaleno, Daniela Genebra, Guilherme Figueiredo e João Figueira).
A aula teve início com a audição de algumas notas – biográficas – sobre Rómulo de Carvalho (professor, poeta, historiador e divulgador de ciência) e sobre a origem do Dia Nacional da Cultura Científica.
Pelas vozes de alguns alunos pudemos ouvir poemas de António Gedeão e um texto científico sobre bactérias, excerto da obra “Breve História de Quase Tudo” de Bill Bryson.
Assistimos a duas experiências científicas: vimos “um vulcãozinho que não queria eruptir” (birra…?) e ficámos a saber “quantas cores pode ter o fogo”…
E porque a Poesia, frequentemente, se mistura com a música… as vozes de Adriano Correia de Oliveira e de Manuel Freire encheram de perfume as palavras de António Gedeão em “Fala do Homem Nascido” e “Pedra Filosofal”.
Nesta última também já estava presente a professora Cristina Carrajola que não resistiu a cantar também e… outras vozes a acompanharam nesse belo texto!!

Ana Baltazar