13ª Edição do Concurso Nacional de Leitura

13ª Edição do Concurso Nacional de Leitura

Com o propósito de promover a leitura e a escrita decorreu, no passado sábado, dia 4de maio, em Oeiras, a fase intermunicipal do Concurso Nacional de Leitura.
Esta fase engloba as provas no território das Comunidades Intermunicipais (CIM) / Áreas Metropolitanas de Lisboa (AML) e Porto, Regiões Autónomas dos Açores (RAA) e da Madeira (RAM), tendo como parceiras as Bibliotecas Municipais e Escolares. Não podemos descorar a
articulação com a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), com o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua (Camões, IP), Direções-Gerais e com a Rádio Televisão Portuguesa (RTP). O objetivo do concurso é estimular o hábito e gosto pela leitura e tentar melhorar a
compreensão leitora, dando à leitura um caráter mais universal.
O trabalho começou muito antes nos estabelecimentos de ensino. Como já vem sendo hábito, a nossa escola deu continuidade à sua participação no CNL. Deste a sua reestruturação, o concurso está dividido em quatro fases consecutivas: Fase Escolar, Fase Municipal, Fase
Intermunicipal e Fase Nacional.
Com a conclusão da primeira fase, em janeiro, estavam encontrados os alunos que iriam representar a escola na fase municipal. Assim, coube ao Matheus Brás, à Cátia Dâmaso defender as ‘cores’ dos alunos do ensino básico, e à Catarina Valada e ao Gonçalo Marujo
mostrar a fibra dos alunos do secundário da Cargaleiro.
A prova municipal não poderia ter decorrido melhor! A Cátia Dâmaso, a Catarina Valada e o Gonçalo Marujo foram selecionados para representar o município na fase intermunicipal, ao nível do ensino básico e secundário respetivamente. Devidos os seus múltiplos afazeres desportivos, o Gonçalo não pôde comparecer. A participação da escola fez-se, por isso, no feminino.
Assim, no passado sábado, rumámos a Oeiras, em direção à Escola Secundária Luís de Freitas Branco. A aguardar os participantes encontravam-se a equipa da Biblioteca Municipal e representantes do município. Para além das provas escritas e orais, inerentes ao concurso, é de salientar o salutar o convívio entre todos, alunos, pais e professores.
Embora não tendo chegado à final, as nossas meninas foram dignas representantes danossa escola.
Parabéns a todos os participantes! Aos alunos que passaram à fase nacional, o nosso desejo sincero de boa sorte!
E viva a leitura!

América Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *